terça-feira, 25 de outubro de 2011

Edição Extra 96 - EcoSacanagem

Quando eu tinha lá meus 10 anos, ganhei um concurso de redação sobre Belo Horizonte no Pandiá Calógeras.  A única coisa que eu lembro é “com suas ruas bem traçadas e arborizadas”.  Acho mesmo que pirateei este pedaço de alguma enciclopédia Larrouse da época, o que significa que copy/paste não nasceu com a internet.
       
Lembrei disto quando Ciça, minha filha EcoComprometida, chamou a atenção, dia destes, para uma prática que está começando a ficar comum em Belo Horizonte.
      
Tudo bem.  As árvores são velhas e podem ter morrido ou ter sido devoradas por cupins.  Mas o que é preocupante é não se ver uma orientação sistemática de plantar uma nova no lugar da velha. 

                
                 
                                                     
              

Vi isto, vindo a pé, do SuperNosso cá pra casa. Começa que, "magicamente", logo na esquina da rua Bernardo Figueiredo com Afonso Pena, não existe mais nenhuma árvore na frente dos três estabelecimentos comerciais existentes ali. Parece que, para sorte deles, as árvores morreram para facilitar o estacionamento de carros na calçada.

       
     

Só nos quase 100 metros entre aqui em casa e a Afonso Pena, contei 8 pés de árvores mortos e não repostos.
            
                       
              
                  

Não sei se ainda existe na Prefeitura o órgão chamado Parques e Jardins.  Mas a gente podia bem começar a recompor isto, em vez de ficar só reclamando que o clima de BH não é mais igual era antigamente... 
            
João Bosco, acho que isto é pauta pra você!

video

5 comentários:

PC disse...

Dançou!!!

Adriana disse...

Curti demais!

PC disse...

Vou descobrir um botõzinho igual o do facebook, Adriana
Beijo

Flavia Coelho disse...

Aqui agora na prefeitura é assim toda criança que nasci tem uma arvore plantada em seu nome. Agora onde ela é plantada não sei. Vou procurar o papel do Henrique se fala onde é plantada..... era um tipo de cobrança que a gente poderia fazer. Bjs

PC disse...

A idéia é boa mesmo, Flávia Coelho.
Vou pedir ZéLincoln pra ajudar a gente a achar