sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Singularidade - 104



Tudo bem.  Eu admito!
No começo, o que eu tinha na cabeça era resolver o MEU problema.
EU precisava caminhar e não tinha o menor saco pro negócio.
E como a única coisa que me move na vida é celebração, eu tinha que inventar um jeito de celebrar.
O conceito das Voltas nas Praças começou assim.  Uma desculpa pra celebrar.

Mas aí, na Lagoa Seca, vi nascendo uma coisinha singela mas, se germinar, pode dar um rock danado: a troca de figurinhas dos estudantes de Educação Física com os estudantes de Enfermagem.  Tudo por causa da nossa singularidade.

Não sei com os outros pacientes renais que estiveram lá.  Mas comigo, não tinha um minuto, nas minhas passadas, que eu não tivesse um personal alguma coisa a dois passos de mim.  Ou era educação física ou enfermagem.

Tudo por causa da nossa singularidade.

Nós não éramos um grupo.  Nós éramos cada um.  A gente não respondia do mesmo jeito, que nem nas academias, que é só o professor falar: Vamos lá e todo mundo já sabe o que fazer.

Teve uma hora que a gente foi alongar a panturrilha.  Cadê que eu conseguia segurar a ponta do pé, apoiado no ombro do vizinho!
Nem amarrado.

Aí eu acho que este tanto de singularidades reunidas mostrou pros dois times de futuros profissionais que estavam nos apoiando a força que tem a competência no acolhimento.  É ali que eles farão diferença.

De duas maneiras.  Uma, que a atenção às singularidades significa oportunidade profissional.  Em um mercado como este, disputado até o caroço, deve estar cheio de oportunidades que ainda não se prestou atenção.
E a outra, que a atenção às singularidades exige competência pra usar todas as ferramentas disponíveis no cinto de 1001 utilidades que sua experiência foi guardando pra você.

Tomara que este pessoal continue pensando juntos, em busca de oportunidades que melhorem a vida de todo mundo.

16 comentários:

Anônimo disse...

Nosso querido Paulinho,

Não tenho palavras para descrever minha emoção vivenciada naquela I Volta da Lagoa Seca, nossa NefroWalker. Comecei a conhecer as pessoas, ao vivo, com quem já convivo diariamente em seu super blog, que para mim significa VIDA.

`Cozinhar é uma forma afetiva de cultivar amigos. E mais que a gula, é um ritual de doação`.
Emanuel Araujo.

Quantas felicidades...

Ives

PC disse...

E amanhã vai ser você, lindão

Mariza disse...

PC Querido,
Tem um moço lá na Fazenda chamado JOSÉ VIEIRA que é um andarilho. Vive de manguara na mão(não coloque maldade rsrs)para apoiar.Quando vi vc assim com o seu cajado,lembrei dele na hora.
Mas ele me disse há muito tempo que a saude deles estava nos pés. E que a caminhada curava todos os males.
Concordo com ele. Adoro caminhar..
Vou com Zeca de mãos dadas, mesmo estando "de mal" que nem junta de boi,para não cair, nem tropeçar..
Anime-se, voce não vai querer parar mais.
Beijinhos

PC disse...

Marizoca, eu e minha manguara somos inseparáveis.
E viva o povo de Itambacuri, que aprimora meu vocabulário a cada dia.
Beijo no Zeca. E fala que, quando ele ficar de mal de você, ele é um bobão!!!
Pronto.
Falei.

Thaís disse...

Foi plantada a semente. Saberemos cultivá-la. Pode contar conosco PC!

Leo disse...

Acho superlegal quando pessoas tentam resolver coisas delas que acabam ajudando um monte de gente...

;-)

Valente é acima de tudo, um nobre.

luana disse...

Desde o inicio você faz bem pra você e pra todo mundo a sua volta ! E ai que eu fico encantada e emocionada ! Acho lindo , gostoso e especial demais como você transforma as coisas ! Com Carinho luana

flavia coelho disse...

Quisera eu ter tido esta vivência toda que esses profissionais estão tendo antes de formar.... isso faz uma diferença..... credcard nenhum compra..... E viva o Valente que está nos ensinando tudo isso. Bj gde

PC disse...

Thaís, minha linda, faz seu povo todo ler este recado. Contamos com vocês, nas próximas.
Beijos

PC disse...

Abre o olho, Léo, que na próxima a gente vai fazer a NefroSeresta e você, meu lord, vai fazer duo com o Seu Zé.
Beijos

PC disse...

Puro egoísmo, Luana. Faço isto pra EU me sentir bem...

PC disse...

Com as modas que a gente vai inventar, Flávia Coelho, você ajuda os futuros.
Resolvido!

nando disse...

Hoje é a tal da interdisciplinaridade que está em voga e você com esta atividade poderá contribuir muito para os alunos de medicina, educação física, fisioterapia, enfermagem, nutrição e etc. Continue com a sua contribuição para nós todos. Continuo te amando mesmo perdendo o posto de mais querido da mamãe

PC disse...

Como assim, perdendo, meu fio?
Sempre fui eu.
Tinha hora que eu me borrava.
Mas era só insegurança minha, Nando.
O mais querido sempre fui eu.
Da minha parte, continuo te amando, mesmo sendo o mais querido.

Renata Feldman disse...

Que bacana, PC!Profissionais movidos por uma singularidade que torna o trabalho ainda mais especial!...
Parabéns para todos que vivenciaram este evento lindo de viver!
Beijos

PC disse...

Foi legal com força.
Acho que a Bella andava mais que eu com meu cajado.
Mas consegui me qualificar.
Para Olimpíada.
(Quer dizer, acho que é uma palavra só)
Beijos