sexta-feira, 19 de março de 2010

Edição Extraordinária 9 - Apenas o justo José



Estivesse eu no Meu Sítio, estaria assistindo a uma chuva gloriosa. Nem ia pensar em piscina.

Aqui em Minas Gerais a gente diz que é a Enchente das Goiabas. É com as chuvas de hoje que o Tom Jobim fala que fecha o verão. Quer dizer, choveu, choveu, não choveu, não chove mais.

Hoje é o último dia pra comer goiabas também. A partir de amanhã, não deve ter mais nenhuma no pé. Ou você ou os passarinhos já comeram tudo.
Mas como o tempo está uma doideira só, de repente até rola...

É que hoje é dia de São José, patrono do Valente e desta queda de braço nossa com este câncer que tentou nos tirar do sério desde o dia dos pais de 2009.
Aliás, falando nisto, hoje é que é Dia dos Pais em Portugal. O que, pra mim, faz muito mais sentido do que eleger uma data comercial pra vender presente.

Pra mim, a simbologia que envolve a figura de São José é fascinante. Um oficial de carpintaria respeitado que garantiu o provimento e a proteção da Sagra-da Família. Guardo muito a imagem do amor discreto e desprentencioso (e nem por isto menos ardente) e da suavidade que fez a flor nascer do cajado. Deve ser por isto que além de mim e do Valente, ele é também o patrono das questões ligadas à justiça social.

Gosto muito da idéia, se você for católico, de rezar pra São José continuar protegendo nossas famílias. E se não for, pensa uma coisa boa, e dedica pra todos os pais que você conheça.

5 comentários:

PC disse...

Comento eu mesmo.
Acabou de me ocorrer.
Nós fizemos um jantar aqui em casa para alguns amigos nossos, judeus. Quer dizer, primos do cara.
E, explicando pra filha deles quem era José, assumi comigo mesmo o compromisso de passar a comemorar o dia dos pais com um jantar por São José.
Digo e Nandão, que me ligaram hoje, já estão adrede convidados para o ano que vem.

Lucia disse...

Que coisa mais linda, PC. Toda vez que venho te visitar, saio com a cabeça prá lá de mil.
Te amo. bjs.

Digo disse...

Francamente, Paulo César, francamente...
Achei que vc ia deixar José na mão!

PC disse...

Ano que vem, Lúcia, você aparece no jantar.
Decidi mesmo que dia dos pais aqui em casa agora é no Dia de São José.

PC disse...

Você pirou, Digo.
Mesmo se eu deixasse São José, o justo, na mão, ele nunca nos deixa.
Prepara que daqui a pouco você vira pai também.
Beijos