quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Filho Homem - 23


Gêisa virou mil!

Era pilates, consultório, casa, sítio... A peteca não caia de jeito nenhum. E todo dia, dez da noite, ela ia dormir comigo.
Aí ela chegava e, em 5 minutos, o quarto do hospital parecia apartamento de spa 5 estrelas.

Tudo arrumado e no lugar, a sujeira que eventualmente tivesse escapado do pessoal do hospital ia embora. As toalhas milimetricamente arrumadas, cadeiras no lugar, tudo perfeito. As meninas eram só cuidado, ajudando Gêisa em tudo.

Aí você entende a diferença de ter filho homem...

Toda atenção que Gêisa e as meninas tinham no cuidado com o doente ia pro espaço num átimo quando Diogo chegava. A primeira providência, sempre, era ir na geladeira ver o que tinha de gostoso. Só então ele cumprimentava os presentes. Com a boca cheia. Sempre.
No caminho até a geladeira, jogava a mochila infectada de rua na cama estéril do doente. A enfermeira quase morria.

Terminada esta entrada triunfal, Diogo se jogava de forma igualmente apoteótica sobre a cama. Ou a minha ou a do acompanhante. E, invariavelmente, ouvia da mãe:
- Diogo, cama de hospital tem que ser preservada, meu filho...
Com o sorriso mais encantador do mundo, jurando ser a última vez, se desculpava.
- Foi mal, mammy!!!

No mesmo tempo record que Gêisa deixava o apartamento um primor, Diogo transformava tudo em um pardeeiro.

6 comentários:

vivi disse...

esse minino tem a quem puxar....logico que é a familia da tia geisa!!

bise

PC disse...

Mas não é, vivi?

The Blue Girl* disse...

PC, Gêisa merece um altar!!!Diogo é demais, tal qual o pai. As meninas equilibram!!!
Mande uns beijos pra elas.
Outro pra ti.

PC disse...

E um beijo azul pra você, menina.

Regina disse...

A gente tem acompanhado a dedicação das moças. Elas tem sido bacanas mesmo!!!!
Entretanto, é sacanagem queimar o filme do menino assim. Então conta também que a qualquer mexedinha sua na cama ele logo acordava e perguntava se precisava de alguma coisa.
Continuamos todos esquisitos e torcendo para que as notícias continuem sempre boas.
Bjs

Ps: "...Por que são tantas coisas azuis; há tão grandes promessas de luz; tanto amor para dar de que a gente nem sabe..."

PC disse...

Eu também acho que esse menino é encantador, Regina